Palavras do fundador, Thomas Lydell 


Uma exclamação comum é: "Oh, tu sabes língua gestual! Então também podes comunicar fluentemente com todos os surdos da Austrália e dos EstadosUnidos!" Não, isto está errado! A língua gestual não é igual em todo o lado! É tão diferente como as línguas orais. De outra forma, não haveria grande necessidade do nosso website spreadthesign.com.

Como a Rainha da Suécia disse no lançamento do spreadthesign.com nos finais de Março de 2009: 

“Imaginem se todas as crianças surdas pudessem estar unidas por uma língua, por todo o mundo, uma espécie de Esperanto. Mas claro, devido às diferentes culturas, isso permanece apenas como um sonho.”

Quando fiz a candidatura para este projeto, eu queria juntar gestos de todos os países Europeus e apresentá-los / torná-los acessíveis na nossa página web. A língua gestual é desenvolvida pelos seus falantes surdos, por isso não podemos nem iremos inventar novos gestos no spreadthesign.com.


O Spread the sign foi um projeto internacional da UE entre 2012-2015 financiado pelos subprogramas Leonardo da Vinci do Lifelong Learning Programme, sob a ação Leonardo Network. Neste projecto Network alargamos as parcerias, gravamos gestos de modo a que cada língua tivesse 15.000 vídeos documentados, e fizemos grandes ações de disseminação em cada país. A União Europeia e o programa Leonardo da Vinci, com os seus recursos, deram-nos a oportunidade de mostrar a nossa capacidade de melhorar a formação vocacional/profissional para alunos e estudantes surdos dos países membros do Spread the sign.

O nosso projeto é como qualquer outro projeto, sob vigilância constante da nossa agência nacional. O que é positivo nisto é que eles nos dão feedback importante nos diferentes relatórios que lhes enviamos. Nos relatórios finais dos nossos projetos tivemos avaliações efetuadas pela Universidade de Örebro, Suécia, e o seu Departamento de Educação e Estudos Surdos. A avaliação pode ser descarregada nesta página.

Aqui estão os links para a Comissão e a nossa Agência Nacional, onde podem encontrar mais informação.

http://ec.europa.eu/education/lifelong-learning-programme/doc82_en.htm
http://www.programkontoret.se

Este é um relatório de avaliação requerido pela Comissão Europeia e efetuado pela empresa de consultadoria ICF GHK em Londres, 2011. O relatório fala do projeto, objetivos, abordagem, aspetos inovadores, resultados, impactos, fatores de sucesso e sustentabilidade.

Descarregar avaliações
2008 | 2010 | 2015

Descarregar Relatório UE
2011